Dermocosméticos

O consumo de produtos voltados para a parte estética no Brasil cresce em média 10% ao ano.

Hoje, o Brasil encontra­-se no ranking mundial como o 2º maior consumidor de cosméticos, atrás apenas dos Estados Unidos e na frente do Japão. Em 2016, essa indústria bateu recorde e cresceu 14,7%, com uma receita de R$ 24,97 bilhões, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos no Brasil (Abihpec). No caso de produtos manipulados, esses números acompanham o mercado de industrializados.

Veja alguns motivos nos quais devemos optar por dermocosméticos manipulados.

• Tratamento individualizado: Somente na farmácia de manipulação, sob prescrição médica, é possível preparar doses diferenciadas que atendam às necessidades de cada paciente.
• Flexibilidade de dosagens;
• Associação de diferentes princípios ativos: Para facilitar o tratamento, o profissional de saúde pode prescrever uma fórmula para ser manipulada, que possibilite a associação de várias substâncias necessárias.
• Adequação dos veículos aos tipos de pele e aos tratamentos;
• Utilização matérias ­primas inovadoras, não disponíveis na indústria;
• Solução para falta de medicamentos industrializados no mercado;
• Rótulo personalizado: Os seus dados constam no rótulo do medicamento que foi prescrito e preparado para você, evitando riscos como o de troca, ou de consumo inadequado por outras pessoas.
• Relacionamento médico-farmacêutico-paciente: Sempre que necessário, o médico que prescreve o seu medicamento e o farmacêutico que manipula a fórmula mantêm contato para esclarecer dúvidas e garantir a qualidade do produto e da sua saúde.

Outra questão importante é a possibilidade de ter o seu dermocosmético em quantidades menores ou maiores, conforme o uso. Origem, eficácia e segurança dos produtos que estão sendo utilizados é zelar pela sua saúde.